Caminha São Paulo: Rota Passos dos Jesuítas- Anchieta

Implantado em 2011, o Caminha São Paulo é um projeto turístico que tem como objetivo a divulgação de atrativos turísticos de cidades do estado, com roteiros peregrinos inspirados em rotas percorridas por personagens históricos, que podem ser realizados a pé ou de bicicleta.

A iniciativa visa fomentar o desenvolvimento do turismo regional por meio das rotas, que além de resgatarem fatos históricos, também apresentam aos turistas as belas paisagens naturais regionais.

Atualmente existem 4 rotas Rota da Luz, Rota Bandeirante- Fernão Dias, Rota Franciscana- Frei Galvão e a Rota Passos dos Jesuítas- Anchieta. A última delas passa por Peruíbe.

Rota Passos dos Jesuítas- Anchieta

Bertioga, Caraguatatuba, Cubatão, Guarujá, Ilhabela, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos, São Sebastião, São Vicente e Ubatuba. São 13 municípios envolvidos num percurso de 370 Km. O caminho reproduz os passos da presença jesuíta na região na metade do século XVI, marcada sobretudo pela ação catequista e desbravadora de Padre Anchieta.

Para realizar todo o percurso caminhando, se o participante caminhar uma média de 25km por dia, ele levará entre 10 a 15 dias para concluir o roteiro.

O aplicativo

A Secretaria de Turismo do Estado também criou um certificado para os participantes que concluírem todo o percurso. Para receber o certificado, o participante deverá se cadastrar no site do projeto antes de realizar a caminhada, instalar o aplicativo oficial, registrar sua passagem em cada município com o uso do QR Code instalado em estabelecimentos comerciais e locais públicos ao longo do caminho. Ao completar 70% do percurso, o site liberará o seu certificado para impressão.

A rota passa por 23 marcos históricos ao longo do percurso, tendo entre eles as ruínas do Abarebebê (conhecida pelas ações de catequização do Padre Leonardo Nunes), as ruínas da ermida Guaibê (jesuítas se encontravam no local para rezar e catequizar os índios), a Biquinha de São Vicente (ponto de catequização indígena), a chamada “Cama de Anchieta” (formação rochosa localizada no litoral de Itanhaém e que, segundo a história, era o local de oração e meditação preferido de Anchieta), Praia do Itaguá (local onde José de Anchieta foi prisioneiro dos índios tupinambás e escreveu seu primeiro poema em latim nas areias da praia).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Informações

Realizar uma rota como esta, é uma incrível oportunidade de conhecer novas cidades, além de aumentar seu repertório cultural, sem falar na atividade física que é ótima para a saúde.

Mas antes de sair se aventurando em uma das rotas, é essencial que você esteja preparado fisicamente e psicologicamente, além de tomar alguns cuidados como proteger-se do sol, hidratar-se sempre, alimentar-se corretamente, levar itens indispensáveis como repelente, calçado e roupas confortáveis, além é claro de uma máquina ou celular para registrar os momentos.

Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo
Atendimento de segunda-feira a domingo, das 09h às 17h
0300 777 0745
www.caminhasaopaulo.com.br
www.passosdosjesuitas.com.br

Comentários

Comentários

Deixe seu comentário