Experiência para crianças: Vivência na aldeia

E se seu filho pudesse aprender mais sobre a cultura tradicional brasileira em uma experiência única em uma aldeia indígena?

Essa dica é super especial para pais e professores. Tragam seus filhos ou alunos e venham conhecer a cultura, a alegria e a essência das crianças indígenas, participando do projeto Vivência na Aldeia!

Com um ambiente seguro, a proposta do projeto é construir um mundo novo e trazer uma experiência de vida inspiradora aos participantes. Alguns dos objetivos são:
- Sensibilizar as crianças para a causa Indígena;
- Combater o preconceito de raça e etnia;
- Conhecer a História através dos Indígenas;
- Conhecer a Cultura Tradicional Tupy Guarani;
- Gerar renda para a Comunidade Indígena;

Informações

Programação:

Atividades são oferecidas de acordo com a faixa etária:

- Boas-vindas: É o momento da chegada, inserção na aldeia. É a recepção indígena com suas apresentações culturais, músicas, cantos e danças, festejando e abençoando os momentos que estão por vir.

- Conhecendo a aldeia: Os alunos irão conhecer toda a estrutura da aldeia.

- Brincadeiras: Zarabatana, Arco e Flecha e Brincadeiras Tradicionais indígenas.

- Oficinas: Artesanato, Pintura e Língua Tupy Guarani.

- Atividades de integração e sensibilização: As atividades lúdicas propõem uma aproximação maior entre os convidados e a comunidade indígena. As atividades também propõem que as pessoas observem os próprios processos mentais, ampliem a consciência e respeitem a cultura e a diversidade da natureza.

- Perguntas e curiosidades: Os indígenas estarão abertos para essa incrível imersão cultural onde os convidados poderão entender o dia a dia e a verdadeira história contada por eles.

- Fitoterapia Indígena e Medicina da Floresta: Noções básicas sobre as Ervas e Raízes utilizadas pela tradição Tupy Guarani.

- Trilha interpretativa: Guiados por indígenas, os alunos irão vivenciar uma atividade dentro da Mata de Restinga para conhecer as plantas medicinais, as plantas comestíveis e plantas usadas nos artesanatos, vestuário e construções.

- Técnicas Indígenas de Sobrevivência na Mata: Os alunos entrarão na trilha para aprender técnicas de sobrevivência na mata. Serão abordados e praticados diversos temas como: Orientação e caminhando na mata; Usando o fogo; Procurando e consumindo água; Procurando, preparando e consumindo alimentos; Fazendo abrigo; Plantas utilizadas; Liderança e trabalho em equipe; Técnicas e simpatias em primeiros socorros; Transporte de vítima.

- História ao Pé do Fogo: Ao escurecer na aldeia, os alunos estarão ao redor da fogueira juntamente com os indígenas para perguntar, conversar, ouvir histórias, lendas e lindas canções.

- Atividade livre: Os alunos terão a oportunidade de conhecer mais a fundo a aldeia, sua comunidade, a natureza do local e comprar artesanatos!

- Encerramento: Em agradecimento, os indígenas apresentarão seus cantos e danças, festejando e abençoando a vida de todos os alunos com sentimento e emoção que deixará muitas saudades dos novos amigos.

- e muito mais!

Cardápio:
A experiência é completa. Além das atividades, os organizadores oferecem uma alimentação tradicional Indígena, com um super cardápio:
- Café da Manhã: Café, Chá de ervas e pão ou Tipá (frito à base de farinha de trigo).
- Almoço: Mandioca, Batata Doce e Inhame cozidos, Palmito e Fruta.
- Café da Tarde: Café, Chá de ervas e pão ou Tipá (frito à base de farinha de trigo).

- Ou tem a opção de piquenique coletivo

Localização:
A Terra Indígena Piaçaguera está situada na divisa dos municípios de Peruíbe e Itanhaém, no litoral de SP.
A Aldeia Awa Porungawa Dju é de fácil acesso, a 2 km da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega BR 101.
A Aldeia está localizada em frente à praia, cercada pela Mata de Restinga e uma bela paisagem.

Contatos

Para saber mais sobre este projeto e como participar, entre em contato com os organizadores:

Celular e WhatsApp:  (13) 98207 0303 (13) 99718 1872
Telefone fixo: (13) 3427 1746
E-mail: contato@vivencianaldeia.org
Site: https://www.vivencianaldeia.org/
Instagram: @vivencianaldeia
Facebook: https://www.facebook.com/vivencianaldeia/

Comentários

Comentários

Deixe seu comentário