Onde está meu paraíso?

Percorri pelas mesmas estradas e vi as mesmas paisagens que já me são rotineiras, mas não achei meu paraíso.

Procurei pelo silêncio restaurador da paz, pelas areias que descansam nossos olhos, pelo suave som das tuas ondas que encantam nossas almas; mas onde foram parar?

Será que te levaram embora e deixaram no teu lugar a loucura desenfreada do chamado progresso?

Como uma mãe que procura por um filho perdido, andei por lixões espalhados nas ruas e areias, passei por entre motos estourando escapamentos, por insanos se drogando e rebolando em cima dos carros, mas não te achei.

Estou preocupada contigo, ou comigo não sei ao certo. Com medo que vc nunca mais volte, que os anjos tenham te carregado daqui e te levado pra um lugar onde nenhum homem ainda possa pisar, pois é lá que deverias estar, encantando somente quem te fez tão linda.

Texto de autoria de Susana Martins para o Soul Peruíbe. "Professora aposentada da rede municipal do ensino de São Paulo. Herdei de minha mãe o gosto pela escrita e o amor por Peruíbe, cidade que conheci em 1967 aos meus sete anos de idade. Costumo chamá-la de "meu paraíso " pois é a descrição que chega mais próxima do que sinto por ela".

Comentários

Comentários

Deixe seu comentário