Peruíbe é coisa de outro mundo!

“Se você tivesse uma passagem de ida e volta pra Lua, em um ônibus espacial, você iria?” – perguntou mamãe. Pedi um tempo pra pensar em uma resposta inteligente, mas nada parecia bom o suficiente, então larguei apenas um “acho que sim, mãe”. Essa conversa já tem uns meses, mas isso do disco voador ter pousado em Peruíbe há poucos dias me fez pensar de novo nesse universo todo de possibilidades no universo todo.

E uma resposta sintética como a minha é fácil quando não se há possibilidade alguma daquilo acontecer, mas... Que será que pensou a destemida tripulação alienígena quando recebeu a importantíssima missão de pousar em um matagal na Terra da Eterna Juventude? Será que houve quem fechasse os olhos e batesse no peito com orgulho por honrar seu planeta com bravura? Será que houve quem sempre tenha sonhado conhecer uma terráquea bronzeada e com ela abrir um quiosque no Guaraú? Será que houve casal apaixonado programando viagem de lua de mel com direito a pôr do sol no Portinho? Será que houve geminiano com ascendente em sagitário com mochila nas costas e GoPro pra desbravar as matas da Jureia?

Fato é que a excursão foi breve. O que realmente aconteceu pra essa nave ter voltado à órbita tão logo pousou jamais saberemos, mas o vizinho da tia do primo do avô do hamster do meu cachorro – fff, respira! – jurou que viu os ETs voltando rapidinho pra casa quando souberam que a construção de uma usina pode acabar com toda a beleza jamais vista em nenhum outro canto da galáxia...

Peruíbe é coisa de outro mundo! 

Esse texto é uma colaboração de Flor. Flor é filha da Terra da Eterna Juventude e nunca viu ETs, mas jura para todo mundo que sua cidade é um santuário deles. Escreve de sua alma para Soul Peruíbe aos domingos.

Comentários

Comentários

Deixe seu comentário